Bem vindo ao IBMED

Funcionamento : Segunda a Sexta - 7:30 às 19:00
  Contato : +55 (73) 3281-0366
WhatsApp Marcação pelo WhatsApp (73) 98234-9283

pregnancy-massage

Gravidez sem ansiedade

A expectativa que envolve as últimas semanas de gestação é grande mas, dá para driblá-la com alguns truques de relaxamento. Aprenda a curtir o final da gestação com mais leveza

Semana a semana você acompanhou sua barriga crescer, sentiu o bebê mexer dentro dela, observou o seu desenvolvimento através de ultrassonografias e preparou cada detalhe para a sua chegada. Mas, então, você se encontra nas últimas semanas da gestação e parece que o tempo parou de vez, não é mesmo?É muito comum sentir-se ansiosa nesse período. Você não vê a hora de conhecer o rostinho do ser que você amou desde o primeiro momento em que descobriu que estava grávida. Além disso, tem todo o desconforto do barrigão que já não te deixa encontrar posições na hora de dormir, sem contar o nervosismo por não saber ao certo quando e como será o parto. Por isso, selecionamos 11 dicas especiais para você relaxar e curtir esse finalzinho de gestação de uma maneira gostosa e divertida.

1- Presenteie-se com uma massagem
Que tal uma bela massagem relaxante? “A drenagem linfática contribui para a eliminação do excesso de líquidos e toxinas pela urina, além de aliviar tensões, dores musculares, inchaços e aumentar a imunidade da grávida”, afirma a fisioterapeuta especialista em Saúde da Mulher Polyana Martucci Mayer, de São Paulo. As pressões suaves feitas durante a massagem ajudarão a eliminar o excesso de líquido e, de quebra, dar uma boa relaxada. Mas não se esqueça de perguntar ao seu médico se você está liberada para fazer a drenagem linfática.

2- Escreva uma carta para o seu bebê
Esta é uma deliciosa forma de mandar embora a ansiedade por conhecer logo o seu filho. Sente-se tranquila e deixe a emoção vir à tona. Escreva sobre como você está se sentindo, sobre como ele foi planejado e como é desejado por você. Aos poucos, você vai se conectando com seu filho e deixará registrada uma carta muito especial que poderá ser lida para ele, anos mais tarde.

3- Namore bastante
Ok, você está se sentindo enorme, inchada e cansada. Mas estes não são motivos para deixar de namorar o seu companheiro. O momento é único, você está gerando uma vida, algo que só uma mulher pode fazer, então, sinta-se poderosa e ainda mais feminina. E se você acha que a barriga impede a curtição, saiba que existem muitas posições prazerosas e confortáveis. O sexo está proibido nesse final de gestação? Não tem problema! Beijar e acariciar é uma delícia, e vai te deixar relaxada e muito feliz.

4- Divirta-se com filmes
Rir é relaxante, então, que tal assistir algumas comédias? Pegar um cineminha também pode ser um programa bem interessante para desestressar.

5- Faça um check list
O que ainda falta fazer para a chegada do bebê? Prepare uma lista com tudo o que você acha que seja fundamental estar pronto antes dele nascer. Roupinhas lavadas, quarto montado, cadeirinha para o carro, mala da maternidade, lembrancinhas, enfeite de porta, fraldas… ufa! É mesmo muita coisa e só com uma listinha mesmo para darmos conta de não esquecer nada.

6- Crie uma cápsula do tempo
Escolha uma caixa bem bonita – de preferência que possa ser trancada – e guarde lá coisas que lhe tragam boas memórias sobre a sua gravidez. Pode colocar um CD com as músicas que você tem ouvido, pedaços de jornais e revistas desse período, fotos marcantes, impressões de coisas que você postou na internet – em seu blog ou rede social – ou que alguém tenha escrito para você e não se esqueça do exame de gravidez com aquele lindo resultado positivo. Também é legal deixar lá alguns objetos que possam ter marcado esses meses de gestação ou, até mesmo, algumas notas e moedas para que, daqui há 10 anos, quando você e seu filho forem abri-la, vejam como as coisas mudaram nesses anos que se passaram. É muito importante guarda-la em um local bastante seguro para só abri-la na data planejada. Será emocionante rever esses itens depois de tanto tempo.

7- Leia um bom livro
Depois que o bebê nascer você vai passar uns alguns dias tentando se adaptar à nova rotina, acordando à noite para amamentar e correndo para dar conta de tudo. Ter a oportunidade de ler um livro novamente poderá demorar um pouco. Então, aproveite estas últimas semanas para se dedicar a um livro e povoar a cabeça com boas ideias.

8- Faça um book
Guarde como recordação um book com fotos lindas do seu barrigão. Pode acreditar, depois do parto, você sentirá falta dele e de como conseguia sentir seu bebê se mexer lá dentro. Vale pedir a ajuda do marido ou de uma amiga, se não tiver condições de pagar um profissional para fazer os registros.

9- Planeje o pós-parto
O pós-parto é um momento de adaptação e muito emoção. Ninguém costuma pensar nisso, mas planejá-lo pode ser fundamental para que ele transcorra sem estresse. Faça uma lista com orientações sobre quem e a partir de quando poderá visitá-la e de que forma avisá-los. Sugira quem você gostaria que ficasse ao seu lado para ajudar com as tarefas. Cozinhar nos primeiros dias com o bebê em casa é um grande desafio, então, deixe alguns pratos congelados no freezer para facilitar a sua vida.

10- Saia para caminhar
Caminhe sem pressa, curta a paisagem e respire tranquilamente. Aproveite e convide seu companheiro para ir junto e faça um romântico passeio de mãos dadas. A feira de sempre, a praia, ou até mesmo as ruas do bairro podem ser algumas paradas bem agradáveis. Compre algumas frutinhas e aproveite para comer um pastel com caldo de cana geladinho. Hum…Exercícios moderados são ótimos para gestantes e, na reta final – após 37 semanas – , podem ajudá-la a entrar em trabalho de parto.

11- Curso de papinhas
Ok, seu bebê só começará a comê-las depois dos 6 meses de idade, mas que tal aproveitar o tempo agora para aprender a prepará-las? E, melhor ainda, se puder fazer isso sem sair de casa. O curso on line Como fazer Papinha Orgânica, com a chef Luana Budel, oferece 4 aulas em vídeo com a possibilidade da participante tirar suas dúvidas com a professora. Está disponível no site Gastronomia Sustentável.

Fonte: Bebe Abril

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *