Bem vindo ao IBMED

Funcionamento : Segunda a Sexta - 7:30 às 19:00
  Contato : +55 (73) 3281-0366
WhatsApp Marcação pelo WhatsApp (73) 98234-9283

All posts by IBMED

Comer frutas e vegetais aumenta a felicidade

Aumentar o consumo de frutas e vegetais pode te deixar mais feliz. De acordo com um estudo publicado recentemente no período científico American Journal of Public Health, comer oito porções de frutas e vegetais por dia pode levar as pessoas a uma mudança de bem-estar equivalente à observada em pessoas desempregadas quando conseguem um emprego.

Aparentemente, comer frutas e legumes aumenta a nossa felicidade muito mais rapidamente do que melhora a saúde.

Pesquisadores da Universidade de Warwick, na Inglaterra, e da Universidade de Queensland, na Austrália, analisaram a dieta e o bem-estar de 12.385 adultos para compreender os efeitos psicológicos de comer mais frutas e legumes. Ao longo de dois anos de acompanhamento, os participantes relataram a quantidade consumida desses alimentos e informaram seu nível de satisfação com a própria vida, em uma escala de 0 a 10.

Os resultados mostraram que as pessoas que aumentaram seu consumo de frutas e verduras ao longo do estudo também apresentaram um aumento no nível de satisfação com a vida, de felicidade e bem-estar. Naqueles que saíram de um consumo zero de frutas e vegetais para oito porções diárias, o aumento na satisfação de vida foi equivalente ao de pessoas que saíram do desemprego.

Segundo os autores, houve um aumento no nível de felicidade para cada porção extra de frutas e legumes consumida por dia, até um limite de oito porções. Essa associação se manteve mesmo após serem considerados outros fatores, como mudança de renda e circunstâncias de vida. Os cientistas afirmam também que o contrário – pessoas que estão mais felizes com suas vidas passam a comer mais frutas e legumes – é improvável.

Os autores acreditam que o efeito seja causado pelos antioxidantes presentes nesses alimentos. Pesquisas anteriores sugerem que maiores níveis de pigmentos carotenoides, encontrados em legumes como a cenoura, por exemplo, estão associados a um aumento de otimismo. Outros estudos também sugerem que o aumento da ingestão de vitamina B12, também presente em frutas e vegetais, pode impulsionar a serotonina, um neurotransmissor que desempenha um papel importante na regulação do humor.

Talvez nossos resultados sejam mais eficazes em convencer as pessoas a ter uma dieta saudável do que as mensagens tradicionais, já que a recompensa psicológica do consumo de frutas e legumes é mais rápida do que a redução de riscos para a saúde, que só vêm décadas depois.

Leia Mais

Dicas para quem vai fazer o exame de ressonância magnética

O exame de Ressonância Magnética é um método de diagnóstico por imagem que não utiliza radiação e permite retratar imagens de alta definição dos órgãos de seu corpo.

No IBMED – Diagnósticos Médicos, os exames são realizados por equipe médica especializada na técnica diagnóstica, juntamente com equipamentos novos e modernos, oferecendo muito mais qualidade, velocidade, segurança e tranquilidade aos pacientes.

O serviço de Ressonância Magnética é inofensivo, indolor e permite o exame preciso de diferentes partes do corpo.

Antes do exame

  • Pede-se que você retire qualquer jóia, maquilagem, prótese metálica ou cartões magnéticos. (qualquer peça metálica no corpo pode causar desconforto ou lesão quando em contato com o forte campo magnético do equipamento). Evite comer e beber aproximadamente 4 horas antes do exame. Também é aconselhável ir ao banheiro antes, para que não haja a necessidade de interromper o exame.
  • Você deverá informar, ao médico ou técnico que opera o equipamento, se usa marca-passo, placa de metal, pino ou qualquer outro implante metálico, válvula cardíaca artificial, grampo de aneurisma ou se já foi ferido durante o serviço militar ou se já trabalhou diretamente em contato com metais alguns exames de Ressonância Magnética (RM) exigem a administração de um contraste – um líquido que acentua as imagens dos seus órgãos e/ou vasos sanguíneos.

Durante o exame

  • Relaxe e permaneça o mais imóvel possível. Em caso de qualquer desconforto haverá uma campainha para você fazer contato com a equipe. Durante o exame você ouvirá um barulho parecido com batidas em intervalos regulares. Isto significa que as imagens estão sendo tomadas e principalmente durante o barulho você deverá permanecer bem imóvel. As imagens captadas através da RM variam de acordo com o exame. Cada parte do exame de RM pode durar até 10 minutos e a duração do exame completo pode levar de 15 a 40 minutos. Durante este período dúzias de imagens são produzidas.

Agende seu exame: 73 3281 0366

Leia Mais

Exames de Imagem para Diagnosticar a Disseminação do Câncer de Próstata

Se um paciente é diagnosticado com câncer de próstata, o médico usará os resultados do exame de toque retal, do PSA, e pontuação Gleason junto com o resultado da biópsia para saber o quanto a doença está disseminada. A partir dessas informações o médico determina quais exames de imagem são necessários para finalizar o diagnóstico e definir o tratamento. Homens com exame de toque normal, PSA baixo e pontuação de Gleason baixa podem não precisar de exames de imagem, uma vez que a chance da doença ter se disseminado é baixa.

Os exames de imagem utilizados com mais frequência para identificar a disseminação do câncer de próstata são:

  • Cintilografia Óssea

Quando o câncer de próstata se dissemina, muitas vezes o primeiro local é para os ossos. A cintilografia óssea é o exame recomendado para detectar metástase óssea.

A cintilografia óssea consiste na injeção de uma pequena quantidade de material radioativo na veia do paciente, após algumas horas esse material é atraído pelo tecido ósseo que apresenta a doença. Para registrar as áreas de captação do material radioativo é utilizada uma gama câmara que detecta a radioatividade e cria uma imagem do esqueleto.

As áreas de dano ósseo aparecem como pontos quentes na imagem do esqueleto. Esses pontos podem sugerir a presença de doença metastática. No entanto outras doenças, como por exemplo, a artrite apresenta o mesmo padrão de imagem. Para diferenciar o diagnóstico são solicitados outros exames de imagem, como radiografias simples, tomografia computadorizada ou ressonância magnética.

A injeção é a única parte desconfortável desse exame. O material radioativo é excretado na urina e a quantidade de radioatividade utilizada é baixa, não oferendo risco para você ou às pessoas próximas.

  • Tomografia Computadorizada

A tomografia computadorizada é uma técnica de diagnóstico por imagem que utiliza a radiação X para visualizar imagens transversais detalhadas de pequenas fatias de regiões do corpo, por meio da rotação do tubo emissor de raios X ao redor do paciente. O equipamento possui uma mesa de exames onde o paciente fica deitado para a realização do exame. Esta mesa desliza para o interior do equipamento, que é aberto, não gerando a sensação de claustrofobia.

A tomografia pode ser realizada em duas etapas: sem e com contraste de iodo. A administração intravenosa de iodo deve ser feita quando se deseja observar mais claramente certos detalhes, tornando o diagnóstico mais preciso. Esse exame deve ser realizado com a bexiga cheia, para manter o intestino longe da próstata.

  • Ressonância Magnética

A ressonância magnética é um método de diagnóstico por imagem, que utiliza ondas eletromagnéticas para a formação das imagens. A ressonância magnética é utilizada como exame de imagem complementar no diagnóstico de câncer de próstata. Além de permitir uma avaliação detalhada da próstata permite determinar se o tumor se disseminou para as vesículas seminais ou bexiga.

Fonte: American Cancer Society

Leia Mais

Novembro Azul – Juntos pelo diagnóstico precoce do câncer de próstata

Novembro Azul é uma campanha que ocorre durante todo este mês, buscando ressaltar a importância da conscientização a respeito de doenças que afetam os homens, com ênfase no diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Surgindo em 2003, na Austrália, aproveitou-se as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, em 17 de novembro, para a criação da campanha. O movimento tem como objetivo quebrar o preconceito masculino de ir ao médico e, quando necessário, fazer o exame de toque.

Em 2017, mais de 60 mil novos casos de câncer de próstata serão diagnosticados, segundo dados do INCA (2016/2017). No Brasil, este é o segundo tipo de câncer mais frequente em homens, após os tumores de pele.

A doença pode demorar a se manifestar, exigindo exames constantes para não ser descoberta em estágio avançado e potencialmente fatal. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 50 anos sem fatores de risco e dos 45 anos com fatores de risco, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico).

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é com o diagnóstico precoce, chegando a 90% de chances de cura.

Homem: a sua saúde é nossa prioridade. Cuide-se, e conte com a Imago para o diagnóstico precoce da doença.

Fontes:
http://portaldaurologia.org.br/campanhas-publico/novembro-azul-2015/
http://www.brasil.gov.br/saude/2012/11/novembro-azul-conscientiza-homens-para-prevencao-do-cancer-de-prostata
http://portaldaurologia.org.br/destaques/novembro-azul/

Leia Mais

Câncer de próstata: ressonância é duas vezes mais precisa que biópsia, diz estudo

Achado é considerado maior avanço ‘em décadas’ no diagnóstico da doença, a segunda que mais mata homens no Brasil

RIO — Em vez de se submeter a uma biópsia, exame extremamente invasivo, os homens com suspeita de câncer de próstata poderiam (e deveriam) realizar uma simples ressonância magnética e ter o dobro de chances de detectar corretamente a gravidade do tumor, afirma um novo estudo publicado na “Lancet”.

Os pesquisadores chegaram a esta conclusão após um grande ensaio clínico, feito com 576 homens. E especialistas acreditam que os resultados podem influenciar uma mudança de prática médica, já que este é considerado “o maior avanço no diagnóstico do câncer de próstata em décadas, com o potencial de salvar muitas vidas”, ressaltou, por meio de um comunicado, a instituição Cancer UK.

O câncer de próstata é que mais assombra o sexo masculino em todo o mundo. No Brasil, é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens: um a cada 36 brasileiros morrerá dessa doença, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca).

BIÓPSIA DETECTA SÓ 48%

O estudo mostrou que uma ressonância magnética capta 93% dos cânceres agressivos na próstata, em comparação com 48% detectados em uma biópsia — que consiste na retirada de uma amostra de tecido para testes laboratoriais. As ressonâncias também tiveram maior sucesso na identificação de cânceres não agressivos, que quase não crescem e então não precisam ser tratados, uma vez que uma possível cirurgia será pior para a qualidade de vida do paciente do que se ele continuar com o tumor.

Fonte: O Globo

Leia Mais

Osteoporose – Alimentação Saudável

A Osteoporose surge quando os ossos ficam finos e frágeis. Conheça mais sobre a doença.

Doença dos ossos pode ser evitada pela sua alimentação

A Osteoporose surge quando os ossos ficam finos e frágeis. Em virtude disso, fraturam facilmente mesmo após uma pequena pancada ou queda quando estamos de pé. Uma em cada três mulheres e um em cada cinco homens em todo o mundo com idades acima dos 50 anos sofrem de fraturas por fragilidade óssea (fratura óssea), provocada pela osteoporose. Estas fraturas podem ocorrer em qualquer parte do corpo, Mas as zonas geralmente mais afetadas são os pulsos, a coluna e as ancas. As fraturas devidas à osteoporose são uma das maiores causas de dor, de incapacidade a longo prazo e de perda de independência entre os adultos mais velhos, podendo conduzir mesmo a morte prematura.

Alimentação para osteoporose

A alimentação para osteoporose tem que ser rica em alimentos com cálcio e vitamina D porque estes nutrientes são importantes para a saúde dos ossos e uma vez que o cálcio não é absorvido sem a presença da vitamina D.

Assim, garantir a ingestão adequada de cálcio e vitamina D durante a infância ajuda a prevenir a osteoporose na vida adulta. Já na presença da osteoporose, os suplementos de cálcio e vitamina D são importantes para evitar que a doença evolua.

Alimentos recomendados na osteoporose

Alimentação adequada para osteoporose

A alimentação adequada para osteoporose deve assim conter alimentos como leite e derivados, vegetais de folha escura, óleos de fígado de peixes, ovos e margarinas. A amêndoa também é rica em cálcio e pode ser utilizada nas refeições.

Por outro lado, na alimentação para pessoas com osteoporose deve-se evitar consumir alimentos que diminuam a absorção de cálcio, como espinafre, batata-doce e feijão, porque são ricos em oxalatos.

Leia Mais

Juntos pelo diagnóstico precoce – saiba o que é a campanha Outubro Rosa

O câncer de mama é o foco da campanha Outubro Rosa, que utiliza todo este mês para ressaltar a necessidade da prevenção e do diagnóstico precoce da doença.
A campanha nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. O laço cor-de-rosa, símbolo da ação, foi lançado no início da década pela ‘Fundação Susan G. Komen for the Cure’ e distribuído aos participantes da primeira ‘Corrida pela Cura’, realizada em Nova York.
De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de mama é o segundo tipo mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo, correspondendo à cerca de 25% dos casos novos a cada ano. Quando diagnosticado e tratado ainda no seu estágio inicial, isto é, quando o nódulo é menor que 1 centímetro, as chances de cura do câncer de mama chegam a até 95%.
COMO PREVENIR
Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como:
Praticar atividade física regularmente;
Alimentar-se de forma saudável;
Manter o peso corporal adequado;
Evitar o consumo exagerado de bebidas alcoólicas;
Amamentar por um maior período;
COMO IDENTIFICAR
É importante que a mulher conheça bem o seu próprio corpo para notar qualquer alteração significativa que ocorra nos seios. Além disso, é primordial:
Praticar o autoexame da mama 1x por mês, em uma data fixa, após a menstruação;
Visitar o ginecologista regularmente, que realizará o exame clínico das mamas;
Fazer mamografias de rastreio periodicamente;
É fundamental que toda mulher entre 40 e 69 anos faça uma mamografia a cada ano. Pode ser indicado iniciar o rastreio até mais jovem, caso a mulher apresente vários outros fatores em sua história reprodutiva e hormonal, ou genéticos e hereditários.
A Imago se une às mulheres na luta contra o câncer de mama. Por isso, agende hoje mesmo a sua mamografia.

Fontes:
http://www.inca.gov.br/outubro-rosa/outubro-rosa.asp
http://www.mulherconsciente.com.br/cancer-de-mama/sobre-o-cancer/
http://outubrorosa.org.br/historia/
https://www.cancer.org.br/outubro-rosa-dicas-de-prevencao-ao-cancer-de-mama-da-fundacao-do-cancer/

Leia Mais

Como evitar as micoses de verão

As micoses são doenças de pele causadas por fungos que podem atingir unhas, virilha, pés, couro cabeludo e os olhos. Podem ser superficiais, quando atingem apenas a camada externa da pele, ou profundas, quando os fungos disseminam-se pela corrente sanguínea. Com a chegada do verão, crescem os vasos de proliferação de funções microrganismos, principalmente na região dos pés. O calor, combinado com a areia, a praia ou piscina, e o aumento da transpiração durante esse período, formam o cenário ideal para o surgimento dos fungos. Porém algumas medidas e hábitos higiênicos podem ajudar a evitar micoses de verão:

Leia Mais

Cuidados com os cabelos no verão

Nessa época do ano, os cabelos sofrem mais com a ação de agentes como o sol, vento, poluição ou água do mar e da piscina.
Com isso, os fios ficam sem vida é mais suscetíveis a quebra e às pontas duplas.
Mas alguns cuidados especiais podem deixar os cabelos saudáveis e bonitos. Confira:

Leia Mais

Como evitar a desidratação e a insolação

 Aumentar a ingestão de água é o primeiro passo para garantir a boa saúde no verão.
Com a transpiração excessiva, o corpo pode eliminar até 2,5 litros de água diariamente, quantidade esta que precisa ser reposta com frequência.
O recomendado, de forma geral, é tomar 500 ml de água a cada 30 minutos.

Leia Mais